sábado, 30 de abril de 2011

EVOLUÇÃO CARMICA

[anjodanoite.jpg]
Na verdade o Karma não é o sofrimento. É a situação que não nos sentimos aptos a encarar. Será por despreparo ou irresponsabilidade? Sim, pois o contexto é que toda a situação difícil de nossa vida exige de nós paciência, prudência e perseverança, ou seja, uma postura de responsabilidade. Toda situação dita “karma” exige o uso de nosso arbítrio, nossa capacidade de fazer escolhas sábias diante do nosso destino.

Saturno na astrologia é considerado o Senhor do Karma. Representado como um velho sobre um véu com uma foice, lembra o Eremita, a carta 9 do Tarô.

Simboliza o tempo de plantar e colher, o tempo que devora as suas criações.

Onde está Saturno no mapa existe tempo e experiência, por isso o dever de darmos continuidade a uma tarefa já iniciada no nosso processo evolutivo.

A culpa surge pela frustração em não conseguirmos cumprir nossos compromissos. E quanto mais se adia o dever por impotência ou auto-exigência, mais culpa se sente e mais se emaranha na teia do karma, onde os deveres se transformam em dívidas.

Saturno mostra onde a evolução só se dará pelo trabalho, luta, esforço e disciplina, ou muitas vezes pelo dor. A dor precisa ser desmistificada, pois o sofrimento gera consciência. Pela dor nos conscientizamos dos aspectos em nós que precisam de atenção e desenvolvimento. E a própria dor na sua releitura, é a dificuldade de aceitar as provações, os limites impostos pelo destino. Afinal, sofrer é saber suportar.

Vale lembrar que Saturno na sua constituição física é um planeta coberto de gelo, os anéis são de gelo cristalizado e de baixíssima densidade, logo se fosse colocado na água, boiaria!

Conclusão: quando assumimos nossas escolhas e responsabilidades, os problemas que parecem tão pesados, se tornam leves. Porque simplesmente os aceitamos independente do tempo que nos exige para resolvê-los

Saturno na mitologia greco-romana foi o segundo a “reinar no universo”. Como castrou seu pai e o destronou, foi destronado por um filho. E assim foi inaugurado o karma, pois “aqui se planta, aqui se colhe”.

Com o intuito de controlar essa sina, ele engolia os seus filhos. Nossos filhos são nossas obras, criações, pedaços de vida que saem de nós. Por isso a idéia de que a área onde está o planeta saturno no nosso mapa é onde há um velho tirano promovendo restrições e dificuldades, porque ali engolimos nossos filhos, nos castramos e nos cobramos uma perfeição. E nunca estamos prontos.

Depois que Saturno foi destronado por Júpiter, ele perdeu sua imortalidade e vagou pelo mundo ensinando seu conhecimento. Foi a idade do outro, quando todos os homens eram reconhecidos nas suas individualidades e por seus próprios valores. É por isso que também onde temos saturno há um velho sábio, capaz de construir naquela área grande prosperidade. É o máximo da realização na matéria, é a teoria na prática, a evolução espiritual, a conquista da dignidade humana.

Saturno rege o signo de capricórnio, o mês da entrada do ano novo. A mensagem dos céus é portanto, comecemos o ano com responsabilidade. Não é hora de sonhar, o momento requer “manter a mente quieta, a espinha ereta e o coração tranqüilo”. Os castelos no ar precisam de cimento se desejamos realizá-los. É isso que confere saturno: a realidade é concreta. Para chegarmos ao alto da montanha os passos têm que ser cautelosos e firmes. É preciso saber onde se pisa para não atrasar a empreitada. Isso é responsabilidade! Isso é sabedoria!

E essa é a lição do senhor do karma: posso escolher entre viver como um velho tirano, engolindo meus filhos, minha auto-confiança, me cobrando, me exigindo e tornando as experiências difíceis e dolorosas, ou viver como um velho sábio, que sabe ter paciência e perseverança aceitando e assumindo responsavelmente os desafios.

Na trilha do auto-conhecimento, já se sabe que para chegarmos ao entendimento de nossas questões mais íntimas, para compreendermos o que nos transtorna interiormente, temos de investigar o inconsciente, nosso universo interno carregado de valores, desejos, frustrações e medos. É exatamente no fundo desse universo, dessa grande memória, que podemos encontrar as razões da alma, os motivos que nos trazem à vida, para que possamos elaborar e realizar nossa evolução espiritual.

Considerando esse processo evolutivo como um reciclar dinâmico na matéria, quando a alma, através da transmigração em várias vidas, tem oportunidade de lapidar seus dons e suas dores, conhecer o karma é acessar a memória mais profunda, é entender a quantidade de informação que se traz, que precisa ser compensada, reciclada e re-elaborada, para que se possa fluir na trilha evolutiva. O karma é tanto a dor quanto o dom. O dom é para ser doado e a dor é para ser conscientizada, pois é consequência dos valores que precisamos reformular, dos modelos cristalizados e enrijecidos pelo medo da mudança. Por isso, muitas vezes semeamos nossos próprios sofrimentos, quando não sabemos reagir diferente às situações que se repetem em nossa vida. Para reformular essas reações é preciso uma releitura dos fatos. Um processo que antecede às conclusões. Como conseguir ver o mundo sob outra ótica?

Na astrologia, o signo de aquário, do aguadeiro que rega com a água da consciência a humanidade, simboliza a igualdade, fraternidade e liberdade. Como tudo na vida só existe na sua polaridade, o signo de aquário só se manifesta na sua magnitude com a energia do signo oposto, leão. Ou seja, só depois que a individualidade, potencial máximo do ser organizado na sua tri-membração mental, emocional e física for estabelecida, que em aquário ele estará pronto para dar, regar, ajudar e afinar-se no coletivo em um só tom. Somente ao afirmar seu "Eu Sou" integro, característica fundamental de leão, que o homem será capaz de conviver aquarianamente, sem posses, sem apegos, sem divisões. Este é o ideal da nova era. Se será ideologia ou utopia depende de nós, dos atos semeados e dos fatos colhidos. Por isso a astrologia é, e será sempre, a grande bússola a orientar a viagem humana. De onde eu vim, e para onde eu vou, ontem, agora e sempre.

Como aquário é portanto o símbolo da liberdade, é a era de aquário a era da libertação do karma. Como realizá-la? Com a era de peixes, Cristo instaurou o livre-arbítrio. Foi a era da religião, do sentimento e da maturação psicológica, consequentemente, da maturação da alma coletiva. Na era de aquário, o "Cristo Interno" será inaugurado nas individualidades. Por isso urge descobrirmos nossos condicionamentos, tirarmos os véus dos modelos kármicos para entrarmos em sintonia com a nova era.

Urano, regente de aquário, é o planeta que representa como se manifesta o desejo de liberdade e individualidade de uma pessoa, mostra como ela estabelece sua ligação com o plano mental do universo, como se conecta com as idéias originais e abre sua intuição para compreender a vida e solucionar seus problemas. No mapa astral, urano mostra o trabalho e o propósito da alma na encarnação presente e onde está a libertação dos limites kármicos do passado, para que possamos ir além nos processos evolutivos. Urano é o único planeta que "liberta karma" porque traz mudança dos ventos, quebra estruturas, rompe e libera o ego das percepções superficiais impostas por saturno, o tempo, a razão, os necessários limites sociais. Urano abre as brechas para o inconsciente, altera o estado de consciência, forçando a uma releitura da realidade mais sintonizada com a verdade universal. Atuando através do nível mental da personalidade, rompe condicionamentos, capta novos valores e re-elabora os significados e as experiências da vida. Mas cuidado, acessar os motivos inconscientes e liberá-los na personalidade, é uma elaboração que exige equilíbrio com o tempo e as circunstâncias sociais do presente, mas certamente se evidenciará no movimento dos ciclos da vida.

É bom lembrar das lições da mitologia. Urano é um deus primordial, nascente do caos e representa o espaço. É o céu que cobre Géia, a terra fecunda, e com ela tem filhos ininterruptamente. Ë a criatividade intensa, a inspiração do universo com a velocidade da luz. Representa a criação sem medida e sem diferenciação, que acaba destruindo o que cria por sua própria energia abundante. Pois Urano deu vida a uma prole de monstros que foram todos rejeitados e devolvido ao útero de Géia. Esse processo só foi interrompido com Saturno, filho de Urano, que castrou o pai para dar limites ao sofrimento da mãe. E a grande moral dessa estória, é que das espumas da castração nasceu Vênus, a deusa da beleza. E assim o espaço cede ao tempo um lugar no universo e pelos limites da beleza traçam as formas no movimento contínuo da evolução.

Na teoria da relatividade, em contra-posição, o espaço não é isolado do tempo, estão intimamente vinculados e igualmente afetados pela presença da matéria que flui diferencialmente em partes diversas do universo, ou seja, toda a estrutura espaço-tempo depende da distribuição da matéria, assim o conceito de espaço vazio perde também o seu significado diante da descontinuidade da matéria, e tanto o espaço quanto o tempo tornam-se meros elementos de linguagem para um observador descrever os fenômenos observados. E, o mais importante dessa teoria, é a compreensão de que a massa nada mais é do que uma forma de energia: E = mc2.

A partir de então tentou-se aperfeiçoar a teoria da matéria, afina, como os átomos se combinam para formar os elementos? Para aprofundar este conhecimento era preciso ver como relacionavam-se entre si. Desvendou-se assim a natureza íntima do átomo, sua estrutura nuclear de prótons e nêutrons, cercada de elétrons, movendo-se rapidamente ao redor do núcleo, cuja a quantidade determina a qualidade química da matéria. Ficou assim esclarecida a força eletromagnética como a responsável pela manutenção dos elétrons ao redor do núcleo atômico, o que permite a estabilidade dos átomos. Este fato marcou profundamente a concepção clássica mecanicista, onde as forças se encontravam rigidamente vinculadas aos corpos sobre os quais agiam. A luz visível não passa portanto, de um campo magnético de alternância rápida e, que percorre o espaço em forma de ondas e, é apenas uma fração do espectro eletromagnético.

Mas os paradoxos começaram logo a aparecer. As unidades subatômicas da matéria são entidades extremamente abstratas e dotadas de um aspecto dual, dependendo da forma como as observe, aparecem às vezes como partícula e outras vezes como onda. Em resumo, no nível subatômico, o microcosmo, não se pode dizer que a matéria exista com certeza em lugares definidos, mas que apresentam tendências a existir, e, que os fenômenos não ocorrem com certeza, mas apresentam tendências a ocorrer. Essas tendências são expressas como probabilidades, e são associadas a quantidades matemáticas que tomam a forma de ondas, ondas de probabilidade, ou seja, probabilidade de interconexões. A teoria quântica nos revela então, “que à medida que penetramos na matéria, a natureza não nos mostra blocos de construção isolados, mas sim uma complicada teia de relações entre as diversas partes do todo”(Fritjof Capra).

Idéias e mais idéias começaram a salpicar como pequenos big bangs, que alíás, foi mais uma dessas idéias, uma teoria sobre a origem do universo,uma grande explosão que lançara toda matéria existente no espaço e, que, partir de então, estaria se esfriando e se expandindo. Essa teoria está hoje sendo muito questionada.

Algumas dessas idéias valem ser ressaltadas, como o teorema de Bell, aferido mais tarde por Alain Aspect, que mostra que ao mudar o movimento de rotação interna de uma partícula, pertencente a um sistema de duas partículas idênticas, sua irmã gêmea seria afetada, estivesse onde estivesse. Aparentemente esta teoria confronta a afirmação de Einstein, de que nenhuma comunicação pode viajar mais rápido do que a luz, mas, na verdade David Bohn, grande nome da física quântica, foi mais sensível quando elucidou que este evento expressa a natureza holográfica do universo, em que o todo está em cada parte. É bom lembrar que num holograma (holos-todo/grama-mensagem), além da tridimensionalidade da imagem, ocorre um fenômeno de grande importância. Mesmo que seja dividida em várias partes, cada parte do holograma apresentará a imagem inteira, ou seja, cada parte de um holograma conterá a informação possuída pelo todo. Para Bohn, não é que as partículas que estavam distantes fizessem contato entre si, mas porque a separação é uma ilusão, pois é como se elas fossem extensões da mesma coisa fundamental, ou seja a separação é apenas uma parte da realidade delas.

É realmente complexa e fascinante essa teoria de que a ordem do universo é holográfica, onde tudo interpenetra tudo, as partes não são partes separadas, mas sim facetas, projeções de uma unidade mais profunda e indivisível. Assim tudo no universo está interligado. Passado, presente e futuro existem simultaneamente. Cada coração, está ligado a cada coração que está ligado a cada estrela no céu ...que está ligada...que está ligada....e ligada ao grande holograma,que é a matriz geradora das formas no universo. E mais, pesquisas sobre o cérebro mostraram que a memória não estava em nenhuma parte específica da estrutura cerebral, como uma impressão localizada, mas se distribui igualmente por todo o cérebro, pois a destruição de uma parte do cérebro não destrói as memórias ali presentes. Assim, também nosso cérebro funciona como um holograma, coletando e interpretando informações provenientes de um universo holográfico. Pois se a luz porta informações e o holograma é a luz “congelada”, então o holograma é um grande arquivo de informações sobrepostas.

A observação do micro, aplicada ao macro-cosmo ainda resultou em teorias mais ousadas como os universos paralelos, as incontáveis cópias de si mesmo, os buracos negros, rasgos na estrutura do espaço-tempo, que funcionam como túneis ligando os mundos paralelos, e também as supercordas, que amarrariam todas essas dimensões.

Parece-nos bizarro ou até mesmo esquizofrênico este universo multidimensional que a ciência deflagrou, levando a humanidade a uma saudável crise de identidade. Mas agora não podemos voltar no tempo, embora holograficamente possível, não podemos mais ignorar a rebeldia da natureza com o acaso previsto dos movimentos energéticos. Não podemos mais negar a anarquia absoluta que desintegra a previsibilidade mecânica. Não podemos negar a incerteza das previsões, nem a probabilidade das mutações. E se pudéssemos perguntar a Deus o que fazia antes da criação, mais do que jogar dados, Deus brincava de iô-iô, espirais como passa- tempo, quando certamente num improviso teve a brilhante idéia de criar uma obra com a sua personalidade impressa : um universo holográfico, dinâmico e cheio de possibilidades!

E são essas múltiplas possibilidades que nos forçam a abrir a mente e considerar novos valores, uma nova linguagem. Estamos mergulhados nesta mudança de paradigma, mas ainda precisamos vivenciar essa mudança na própria vida. Por isso as palavras ainda não estão prontas para explicar o novo homem, que nasce sempre do resgate do antigo, do revigorar dos arquétipos coletivos. E dentre esses arquétipos supremos está a visão evolutiva do homem no seu processo cíclico de entradas e saídas da matéria, reciclar de estados vibracionais pela roda das vidas: a reencarnação.

Parece uma antítese colocar um tema tão milenar ao lado de teorias tão recentes.

Mas sabemos, que paralelos já foram delineados entre a física moderna e o misticismo oriental. Então, mais do que continuar a tecê-los, a Astrologia Kármica tem como objetivo aplicar essas visões multifocais neste tema que pode parecer tão determinista: o karma. Afinal, se o karma é o encadeamento de causas e efeitos, e se no mundo holográfico a estrutura é interdependente e relativista, a vida se abre como um eixo de possibilidades de vivenciar o karma, onde, como num holograma, podemos gravar muitas informações sobrepostas pela simples mudança dos ângulos de incisão da luz. O mapa astral mostra a consciência em ação, uma observação trans-temporal da viagem do homem no seu processo de evolução. É como um processo, movimento, é portanto uma bússola, mostra-nos a direção que somos capazes de assumir na nossa trajetória evolutiva.

Evolução e Karma, até onde somos capazes de fazer o nosso destino?

Até onde seremos capazes de exercitar em nós uma experiência quântica e holográfica?

Até onde conseguiremos ampliar nosso universo para conseguirmos enxergar com visão de raio x? Até onde nos permitiremos crescer como árvores do Cosmos, seres mutantes, seres em evolução?
Do Oriente ao Ocidente, o homem percebe, que os mistérios mais, mais do que nossa vã filosofia escreve em nossas palmas das mãos, eles são capazes de serem decifrados. Cabe ao olhar, seus ângulos, e suas razões dar o tom da sinfonia, a música das esferas que nossos corações decifram no rumo da vida.


Nenhum comentário:

Você vai gostar de ler

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Seguidores

Livro de Umbanda Astrológica

Livro de Umbanda Astrológica
Compre seu livro

Marcadores

comportamento (116) sexo (101) magia (100) conceito (92) astrologia (91) mulher (77) espiritualidade (71) amor (60) pesquisas umbanda astrologica (59) carlinhos pesquisas (58) conceitos (56) (45) religião (43) carlinhos pesquisas do taro (40) orixás (39) umbanda-astrologica (39) Agressividade e Sexo (38) novos conceitos astrologicos (36) de olho no movimento dos astros (35) tarô (35) A astrologia (34) astrologia sexual e relacionamentos (34) umbanda (33) esoterismo (32) pesquisas (30) sexualidade (27) astros e a politica (24) pesquisa (24) estudos (23) prazer (23) a umbanda-astrologica (22) arcanos (22) orgasmo (22) climazzen (21) magia sexual (21) anjos (20) signos (20) A Sexualidade Feminina e Masculina influenciadas (19) carma (17) mulheres (17) Ranascimento (16) bem estar (15) gostosa (15) espaço (14) estudo (14) rituais (14) saúde (14) umbanda astrológica (14) astrologia e cabala (13) Orixá (12) astrofisica (12) astronomia (12) biblia (12) poder (12) Conceitos astrologicos (11) Sexualidade Feminina (11) astral (11) espiritualidade fé (11) mediunidade (11) desejo (10) lua (10) marte (10) previsões (10) Deus (9) Influencias (9) atriz (9) baralho (9) cabala (9) ciência (9) exu (9) umbanda astrologica (9) virgindade (9) AMOR. comportamento (8) CONQUISTA (8) arcanjos (8) candomblé (8) deusa (8) magos (8) misterios (8) nua (8) o que fala sobre espiritismo e astrologia. (8) sexualidade Masculina (8) signo (8) A origem da Astrologia (7) Pombagira (7) anjo (7) homens (7) livro (7) simbolismo (7) Agressividade (6) VIDA (6) arcano (6) astrologia sexual (6) captar energias (6) conhecimentos (6) destino (6) estrela (6) magia negra (6) oxum (6) pombagiras (6) reencarnação (6) riqueza (6) sensualidade (6) tantrismo (6) Harry Potter (5) carma sexual (5) cartas (5) cosmos (5) desejos (5) elementos (5) hierarquia (5) homem (5) mago (5) moda (5) nasa (5) obsessão (5) orixas (5) parteas do horoscopo (5) pelada (5) planeta (5) poder dos astros (5) proteção (5) psicologia (5) relações (5) segredos (5) sensual (5) sol (5) tarologia (5) Jovem (4) Topless (4) Vesta (4) ancestrais (4) artista (4) baralho cigano (4) busca (4) casamento (4) castidade (4) descoberta (4) espiritismo (4) exus (4) fim do mundo (4) fotos (4) galáxia (4) gozo (4) leitura (4) magia sagrada (4) mapa astral (4) mito (4) paixão (4) pecado (4) planetas (4) protetor (4) protetores (4) sentimento (4) sorte (4) taro (4) traição (4) vibrações (4) vênus (4) 2010 (3) 2012 (3) ESCOLHAS (3) Feminina (3) Horóscopo (3) Loira (3) MORTE (3) Masculina (3) adultério (3) alfabeto (3) alfabeto magico (3) antigos mestres (3) arte (3) astrofísica (3) astrologia signos (3) bruxaria (3) buda (3) budismo (3) ciúme (3) conheça (3) dieta (3) drogas (3) ensaio (3) feitiço (3) filme (3) guia (3) guias (3) harmonia (3) horoscopo (3) influenciadas (3) kama sutra (3) lilith (3) lingerie (3) maior (3) maçonaria (3) metodos (3) misticismo (3) mistérios (3) mostra (3) natureza (3) oração (3) oráculos (3) pedras (3) peitinhos (3) poder do amor (3) quimbanda (3) religiões (3) sagrado (3) seios (3) sexo tântrico (3) sexy (3) simbolos (3) sinais (3) solsticios (3) ultima ceia (3) universo (3) 12 casas (2) Arca da Aliança (2) As caracteristicas de seu signo (2) Busca de Harmonia (2) Búzios (2) ESPIRITUAL (2) Fenômenos (2) Jesus (2) PROFECIA (2) Saúde Sexual (2) Touro (2) Transitos. (2) Vanessa Hudgens (2) alegria (2) alfabeto sagrado (2) alimentos (2) alma (2) alma gemea (2) ancestral (2) anjo da guarda (2) anuncie (2) anuncio (2) arcano 6 (2) arqueômetro (2) ascendente (2) astrologia e riqueza (2) atração (2) bahia (2) beleza (2) biquíni (2) bumbum (2) buscadores (2) calendário maia (2) carnaval (2) casais (2) casas de umbanda (2) ciganos (2) ciume (2) combinando (2) conhecimento (2) corpo (2) criança (2) cristal (2) códigos sagrados (2) demônio (2) deuses (2) doença (2) dom (2) dons (2) dor (2) duvidas (2) e-mails (2) egito (2) enamorados (2) ensinamentos (2) era de aquário (2) erotismo (2) escorpião (2) especialistas (2) estrelas (2) faz (2) feminino (2) fim dos tempos (2) futuro (2) golias (2) iemanjá (2) incensos (2) libra (2) lojas esotericas (2) manter (2) mantras (2) marketin (2) mecanismos (2) medo (2) mensageiros (2) mitologia (2) municipio (2) nodulos lunares (2) nova era (2) numerologia (2) o jogo de búzios (2) o sol astrologico (2) ogum (2) olho (2) origem do taro (2) origem do universo (2) oráculo (2) oxalá (2) panicat (2) pedofilia (2) pequisas (2) perfumes (2) perguntas (2) pesuisas (2) planetas retrogrados (2) pode (2) poder feminino (2) preconceito (2) previsão (2) produtos esotericos (2) publicidade (2) quiromancia (2) raiz (2) regente do ano (2) religiao (2) ritos (2) salmo (2) santa sara (2) segredo (2) ser (2) sinastria (2) sofrimento (2) tatuagem (2) valor (2) virgem (2) vodu (2) wica (2) : Metal lendário (1) Alimentação (1) Análises (1) Astrologia Cármica (1) CARNAVAL DE VIRGENS (1) Ego (1) Islã (1) Joana Machado (1) Magnetismo Pessoal (1) Malibu (1) PARA AFASTAR (1) Problemas na cama (1) Rio de Janeiro (1) Tamires Pereira Santiago (1) Victorias Secret (1) agradece (1) alinhamento (1) ciência sagrada (1) céu vermelho (1) código da vinci (1) dons naturais (1) efeito (1) fe´ (1) grande tremor (1) jessica gomes (1) juno (1) linhas ciganas (1) linhas de ciganos (1) liquidificador (1) lista (1) macumba (1) mae de santo (1) magia divina (1) mais (1) mandala astrológica (1) matéria (1) meditação (1) medium (1) pilares (1) pintor (1) poder dos alimentos (1) prevenir (1) previu (1) pupila (1) registra (1) rei davi (1) rei do pano branco (1) reich (1) relação (1) relgião (1) segredos femininos (1) sentimentos (1) tatuagens (1)