Visitem

terça-feira, 6 de dezembro de 2016

Sexualidade e depilação intima: Pessoas que depilam pelos pubianos sofrem mais com DSTs, diz estudo

  sofrem mais com DSTs, diz estudo
Foto reprodução da web

A pesquisa analisou 7.500 pessoas entre 18 e 65 anos nos Estados Unidos; Tese, no entanto, não comprovou relação de causa-efeito.


As pessoas que se depilam ou raspam os pelos pubianos sofrem com maior frequência de doenças sexualmente transmissíveis (DSTs), destacou um estudo publicado nesta terça-feira (6), uma tese que, no entanto, não estabelece uma relação causa-efeito. Segundo uma pesquisa feita com cerca de 7.500 pessoas de entre 18 e 65 anos nos Estados Unidos, os participantes que haviam depilado a região genital tinham uma incidência mais alta de doenças sexualmente transmissíveis como herpes, sífilis ou clamídia. Os resultados da pesquisa foram ajustados para levar em conta as diferenças em relação à idade e à quantidade de parceiros sexuais dos pesquisados, informou o artigo, publicado na revista especializada Sexually Transmitted Infections.



Dos participantes, 74% declararam ter raspado ou depilado os pelos pubianos (84% mulheres e 66% homens). Depois, os pesquisadores estabeleceram subcategorias para dividir as pessoas entre as que se depilavam mais de 11 vezes em um ano, as que faziam isso quase diariamente ou de forma semanal e as adeptas ocasionais. Se a prevalência de DSTs foi de 13% entre os participantes do estudo, a incidência era de 8% entre as pessoas que nunca depilaram a região, enquanto as que fizeram isso ao menos uma vez tinham uma taxa de infecção de 14%. Por sua vez, os adeptos à depilação integral tinham uma incidência de 18%.

Pelos também servem para proteger regiões sensíveis do corpo contra doenças


 A pesquisa se baseou em uma análise realizada pela consultora GfK em janeiro de 2014. No entanto, os autores do artigo reconheceram que não é possível estabelecer uma correlação de causa-efeito entre os dois fenômenos. Uma hipótese "plausível" para explicar a relação podem ser os micro-cortes na pele, que favorecem a entrada de vírus e bactérias, indicaram os pesquisadores. Outra possibilidade é que os que são adeptos da depilação de suas regiões íntimas têm a tendência de ter comportamentos sexuais de risco, acrescentaram. Se esta última cogitação for correta, uma possibilidade pode ser realizar campanhas de prevenção para alertar as pessoas para que esperem que sua pele tenha cicatrizado da depilação antes de ter relações sexuais, indicaram os autores.

sábado, 26 de novembro de 2016

Sexualidade da mulher: A ciência chega perto de desvendar o orgasmo feminino

  orgasmo feminino
A pesquisadora americana Nicole Prause acredita que o orgasmo pode trazer benefícios físicos e está desenvolvendo várias linhas de pesquisa que poderão ser potenciais tratamentos ou estimulantes para problemas de desejo sexual feminino no futuro. (iStock)

Uma pesquisadora está estudando os mecanismos do orgasmo feminino para descobrir, entre outras coisas, como é exatamente a sensação da mulher 

Leia também: 

A Venus mostrando a natureza da mulher


É mulher e já teve um orgasmo? Tem certeza? Como as mulheres sabem se estão tendo um orgasmo? Embora essas perguntas possam parecer óbvias, não são. Tanto que a neurocientista Nicole Prause está desafiando os tabus da pesquisa sexual para desvendar essa e outras questões sobre o orgasmo feminino. Segundo informações do jornal britânico The Guardian, no incipiente campo da pesquisa do orgasmo, enquanto entre os homens há um claro feedback fisiológico na forma de ejaculação, a maior parte dos dados femininos baseia-se em auto-relatos. os quais, por sua vez, são muitas vezes discrepantes dos sinais físicos apresentados.


Afinal, como uma mulher tem certeza que chegou ao clímax? Já parou para pensar que a sensação associada ao clímax seja apenas um dos primeiros sinais de excitação? Diante dessas dúvidas e após seus projetos de pesquisas sobre o assunto serem recusados em diversas instituições, Nicole decidiu estudar os mecanismos do orgasmo em seu próprio laboratório. Ela espera que uma melhor compreensão do que acontece no corpo e no cérebro de uma pessoa durante a excitação e o orgasmo ajudem no desenvolvimento de dispositivos que consigam aumentar o desejo sexual sem a necessidade de medicamentos. No experimento, os voluntários, tanto homens quanto mulheres, praticavam sexo enquanto usavam dispositivos que detectam a atividade cerebral e as contrações e reações do corpo tipicamente associadas ao orgasmo como eletrodos de eletroencefalograma. Isso permite uma imagem mais precisa da excitação e do orgasmo de uma mulher. No entanto, após esses experimentos, Nicole notou que “muitas das mulheres que relataram ter um orgasmo não estavam tendo nenhum dos sinais físicos – as contrações – de um orgasmo.” Não está claro por que isso acontece, mas é fato que sabemos pouco sobre orgasmos e sexualidade. “Nós não pensamos que elas estão fingindo. Eu acredito que algumas mulheres não sabem o que é um orgasmo. Há muitos picos de prazer que acontecem durante a relação sexual. Se você não nunca teve contrações você pode não saber que há algo diferente.”, afirma.


Orgasmo e saúde mental 

 Nicole acredita que o orgasmo possa trazer benefícios para a saúde mental. Caso isso se confirme, essa pode ser uma nova “linha de tratamento” contra depressão. Mas, toda vez que ela tentava incluir esse tópico em seu estudo sobre novas intervenções em depressão, recebia um não. Foi então que ela decidiu se unir à Liberos, uma empresa americana de biotecnologia sexual. Na época, a organização estava trabalhando em um estudo sobre os benefícios e a eficácia da “meditação orgásmica”. Parte do movimento do “sexo lento” (tradução livre da expressão slow sex, em inglês), a prática envolve uma mulher ter seu clitóris estimulado por um parceiro – muitas vezes um estranho – por 15 minutos. “Este estado de orgasmo é diferente. É sem objetivo, intuitivo e dinâmico. Ele flui por todo o lugar sem direção definida. Pode incluir clímax, ou não. Em Orgasmo 2.0, aprendemos a ouvir o que o nosso corpo quer, em vez do que ‘deveríamos’ querer.”, afirma o site da companhia americana One Taste, especializada na prática e que coparticipou da pesquisa com a Liberos. “As pessoas que praticam [a meditação orgásmica] alegam que ela ajuda a combater o stress e melhora sua capacidade de lidar com situações emocionais, embora, como cientista, pareça bastante explícito sexualmente para mim”, disse Nicole. A pesquisadora está analisando praticantes de meditação orgásmica em seu laboratório. Antes e depois de medir as mudanças corporais durante a aplicação do método, os pesquisadores fazem perguntas aos participantes para determinar seu estado físicos e mental. O objetivo do estudo é determinar se atingir um nível de excitação requer esforço ou uma liberação no controle. Em seguida, ela quer observar como a meditação orgásmica afeta o desempenho dos participantes em tarefas cognitivas, como ela muda a reatividade a imagens emocionais e como ela se compara com a meditação regular.


Estimulação cerebral 

Outra linha de pesquisa é a estimulação cerebral. Nicole acredita que essa poderia ser uma alternativa viável a medicamentos como o Sprout, conhecido como “Viagra feminino”. O remédio precisa ser administrado diariamente, não pode ser misturado com álcool e seus efeitos colaterais incluem quedas repentinas de pressão sanguínea, desmaio e sonolência. “Muitas mulheres preferiam tomar algumas taças de vinho do que um medicamento diário que nem é muito eficiente”, disse a neurocientista. Embora ainda esteja em seu estágio inicial, o campo da estimulação cerebral pode ser muito promissor no tratamento desse e outros problemas que envolvem estímulos cerebrais. Estudos preliminares mostraram que a estimulação transcraniana de corrente contínua (tDCS, na sigla em inglês), que utiliza correntes elétricas diretas para estimular partes específicas do cérebro, pode ajudar na depressão, ansiedade e dor crônica, mas também pode causar queimaduras na pele. Já a estimulação magnética transcraniana, que usa um ímã para ativar o cérebro, tem sido usada para tratar depressão, psicose e ansiedade, mas também pode causar convulsões, mania e perda de audição. O estudo de Nicole foca na utilização dessas tecnologias para o tratamento de problemas relacionados ao desejo sexual. Em um dos estudos, homens e mulheres receberam dois tipos de estimulação magnética no centro de recompensa do cérebro. Após cada sessão, os participantes são convidados a concluir tarefas para ver possíveis mudanças em sua capacidade de resposta às recompensas monetárias e sexuais (pornografia). Com a estimulação direta, Nicole quer incitar o cérebro das pessoas usando correntes diretas e, em seguida, acionar pequenos vibradores conectados aos órgãos genitais dos participantes. Isso proporciona estimulação sexual de uma forma que elimina a subjetividade das preferências que as pessoas têm por pornografia. “Já temos um modelo básico de funcionamento. A barreira está em encontrar um dispositivo que um ser humano pode aplicar em si mesmo de forma confiável e que não prejudique a própria pele.”, disse. Entretanto, outros especialistas alertam para o perigo de danos colaterais associados a esses dispositivos de estimulação cerebral. Nicole, que também é psicóloga, ressalta também para os perigos de você vender esses dispositivos em excesso. Segundo ela, os problemas sexuais podem ser desencadeados por pressões sociais que nenhum dispositivo pode corrigir.

Pressão social 


Leonore Tiefer, psicóloga especializada em sexualidade afirma que classificar o baixo desejo sexual como uma condição médica exige definir o que é normal e o que é insalubre nessa área. “O sexo não se presta a esse tipo de classificação. Há demasiada variabilidade, tanto culturalmente quanto em termos de idade, personalidade e diferenças individuais. O que é normal para mim não é normal para você, sua mãe ou sua avó.”, disse a psicóloga ao The Guardian. Nicole ressalta ainda que nenhum dispositivo jamais vai resolver uma ‘condição’ chamada “problema Bob” (tradução livre a expressão Bob problem, em inglês) – quando uma mulher em uma relação heterossexual não está ficando excitado porque a técnica de seu parceiro não é boa. “Nenhuma pílula ou estimulação cerebral vai corrigir isso”, finalizou ela.

Vagina - sexualidade e bem estar: Por que as mulheres estão recorrendo mais à cirurgia íntima

  mulheres estão recorrendo mais à cirurgia íntima
Vagina - sexualidade e bem estar: Por que as mulheres estão recorrendo mais à cirurgia íntima

No Brasil e no mundo a procura por cirurgias na vagina aumentou. Especialistas afirmam que o procedimento ajuda na superação de traumas 


Um grande número de homens mundo à fora sofre por causa de desconforto causado pelo tamanho do pênis. Uma boa parte das mulheres adoram fazer chacotas sobre o tamanho e o formato do pênis. Mesmo nas redes sociais e comentários no Youtube se fala mais dos homens do que das mulheres. É muito comum vermos vídeos perguntando "o tamanho do pênis importa?". Mas, a verdade, é que nas mulheres o tamanho também tem muita importância. Não é toda mulher que tem uma vagina perfeita e do tamanho considerado "ideal" pro ser parceiro! Por isso, muitas mulheres jamais ficam de biquíni na praia e só ficam nuas pra transar, com a luz apagada. Porque muito se fala do tamanho do pênis do homem, mas, o tamanho da vagina da mulher também influi muito. Tem mulheres com vaginas extra grandes, de lábios enormes, também tem as que tem vaginas pequenininhas! Também, tem de todos os formatos e nem todas estão satisfeitas com suas pepekas. Eu já fiz artigos astrológicos aqui mesmo falando sobre a influência do horóscopo nas características físicas e sexuais das mulheres.  Leiam e vejam que interessante: cliquem aqui...



Você já ouviu falar em cirurgia íntima feminina? Cada vez mais mulheres no Brasil e no mundo estão aderindo ao procedimento cosmético realizado na região da vagina. No Reino Unido, por exemplo, o número de mulheres submetidas a labioplastia ou ninfoplastia – redução dos pequenos lábios -, por exemplo, aumentou dez vezes entre 2003 e 2013. Segundo informações do jornal britânico The Independent, o procedimento pode ser realizado pelo Serviço Nacional de Saúde britânico (NHS na sigla em inglês) ou em uma clínica particular. Neste caso, o valor médio do procedimento é de 3.500 libras.

No Brasil, um levantamento realizado pela Dall’Ago & Manfrim Cirurgia Plástica mostrou que a procura pela cirurgia íntima feminina cresceu 250% em um ano. Segundo a clínica, as cirurgias mais procuradas por aqui são a lipoaspiração do monte púbico (redução de gordura na região púbica), ninfoplastia e o rejuvenescimento interno da vagina. O custo médio desses procedimentos varia entre 6.000 e 10.000 reais. “Cirurgias como a ninfoplastia são indicadas para mulheres que possuem pequenos lábios redundantes ou tem formato desagradável e a lipoaspiração da região púbica pra quando há incomodo em vestir calças justas”, explica a cirurgiã Heloise Dall’Ago. Desde o surgimento do procedimento houve um debate sobre a real necessidade da cirurgia com críticos afirmando que a cirurgia na região é uma futilidade estética. Entretanto, em entrevista ao The Independent, o cirurgião plástico Christopher Inglefield, da clínica London Bridge, na Inglaterra, salientou que suas pacientes sentem um grande desconforto físico e que a operação pode colocar um fim a traumas físicos e psicológicos nessas mulheres.

“Vemos mulheres que dizem que isso as incomoda há dois ou três anos e que elas não têm relações sexuais há dois anos porque é muito desconfortável”, disse ele, explicando que os lábios podem ser puxados durante a relação sexual. Isso afeta a qualidade de vida de um indivíduo saudável. Segundo Heloise, as cirurgias da região íntima feminina são rápidas, pouco dolorosas e com repouso pós operatório médio de 7 dias. Inglefield afirma que recebe cerca de duas mulheres por semana em seu consultório, a maioria com idade entre 20 e 30 anos. Mas ressalta que em 10 anos, apenas três pacientes o procuraram por razões estéticas, como não gostar da aparência de sua vagina por exemplo. “As mulheres têm desconforto significativo com infecções recorrentes e irritação por causa de seus lábios alargados. O caso mais extremo que eu lidei foi o de uma adolescente cujos lábios cresceram tanto que ela estava sofrendo bullying e as pessoas diziam que ela parecia um menino. Ela estava muito traumatizada e nós tivemos que obter a aprovação de um psicólogo para realizar a cirurgia.”, disse. Em 2013, o Colégio Real de Obstetras e Ginecologistas, no Reino Unido, advertiu sobre o risco da labioplastia ser realizado em meninas com menos de 18 anos pelo NHS e ressaltou a importâncias delas serem ensinados que genitais vêm em todas as formas e tamanhos.
Fonte: Veja Online

Seguidores

Livro de Umbanda Astrológica

Livro de Umbanda Astrológica
Compre seu livro

Marcadores

comportamento (108) magia (95) conceito (91) astrologia (85) sexo (83) espiritualidade (69) mulher (63) carlinhos pesquisas (59) pesquisas umbanda astrologica (59) amor (58) conceitos (56) (43) religião (43) Agressividade e Sexo (40) carlinhos pesquisas do taro (40) umbanda-astrologica (39) novos conceitos astrologicos (36) de olho no movimento dos astros (35) orixás (35) tarô (35) A astrologia (34) astrologia sexual e relacionamentos (34) esoterismo (32) umbanda (32) pesquisas (30) A Sexualidade Feminina e Masculina influenciadas (24) astros e a politica (24) estudos (23) a umbanda-astrologica (22) arcanos (22) pesquisa (22) climazzen (21) anjos (20) magia sexual (19) orgasmo (18) signos (18) prazer (17) Ranascimento (16) sexualidade (16) carma (15) estudo (14) rituais (14) umbanda astrológica (14) astrologia e cabala (13) espaço (13) astrofisica (12) astronomia (12) bem estar (12) biblia (12) gostosa (12) mulheres (12) Conceitos astrologicos (11) espiritualidade fé (11) mediunidade (11) lua (10) poder (10) AMOR. comportamento (9) baralho (9) cabala (9) exu (9) marte (9) saúde (9) virgindade (9) CONQUISTA (8) Orixá (8) arcanjos (8) candomblé (8) deusa (8) magos (8) misterios (8) o que fala sobre espiritismo e astrologia. (8) umbanda astrologica (8) A origem da Astrologia (7) Deus (7) Pombagira (7) atriz (7) ciência (7) desejo (7) nua (7) previsões (7) simbolismo (7) anjo (6) arcano (6) astral (6) captar energias (6) conhecimentos (6) destino (6) estrela (6) livro (6) magia negra (6) parteas do horoscopo (6) pombagiras (6) reencarnação (6) sensualidade (6) tantrismo (6) VIDA (5) astrologia sexual (5) carma sexual (5) cartas (5) cosmos (5) desejos (5) elementos (5) hierarquia (5) mago (5) obsessão (5) orixas (5) oxum (5) planeta (5) poder dos astros (5) psicologia (5) segredos (5) sol (5) tarologia (5) Agressividade (4) Influencias (4) Sexualidade Feminina (4) Topless (4) Vesta (4) ancestrais (4) artista (4) astrologia signos (4) baralho cigano (4) casamento (4) castidade (4) descoberta (4) espiritismo (4) exus (4) fim do mundo (4) fotos (4) galáxia (4) gozo (4) homem (4) leitura (4) magia sagrada (4) mito (4) moda (4) nasa (4) paixão (4) pecado (4) pelada (4) planetas (4) protetor (4) protetores (4) proteção (4) relações (4) sensual (4) sentimento (4) signo (4) sorte (4) taro (4) traição (4) vibrações (4) vênus (4) 2010 (3) 2012 (3) ESCOLHAS (3) Horóscopo (3) Loira (3) MORTE (3) Masculina (3) adultério (3) alfabeto (3) alfabeto magico (3) antigos mestres (3) arte (3) bruxaria (3) buda (3) budismo (3) busca (3) ciúme (3) ensaio (3) feitiço (3) guias (3) harmonia (3) homens (3) influenciadas (3) kama sutra (3) lilith (3) lingerie (3) mapa astral (3) maçonaria (3) metodos (3) misticismo (3) mistérios (3) mostra (3) natureza (3) oração (3) oráculos (3) pedras (3) poder do amor (3) quimbanda (3) religiões (3) riqueza (3) seios (3) sexy (3) simbolos (3) solsticios (3) ultima ceia (3) universo (3) 12 casas (2) Arca da Aliança (2) As caracteristicas de seu signo (2) Busca de Harmonia (2) Búzios (2) ESPIRITUAL (2) Feminina (2) Fenômenos (2) Harry Potter (2) Jesus (2) PROFECIA (2) Saúde Sexual (2) Touro (2) Transitos. (2) Vanessa Hudgens (2) alegria (2) alfabeto sagrado (2) alimentos (2) alma (2) alma gemea (2) ancestral (2) anjo da guarda (2) anuncie (2) anuncio (2) arcano 6 (2) arqueômetro (2) ascendente (2) astrologia e riqueza (2) atração (2) bahia (2) beleza (2) biquíni (2) bumbum (2) buscadores (2) calendário maia (2) carnaval (2) casais (2) casas de umbanda (2) ciganos (2) ciume (2) combinando (2) conhecimento (2) corpo (2) criança (2) cristal (2) códigos sagrados (2) demônio (2) deuses (2) dieta (2) doença (2) dom (2) dons (2) dor (2) drogas (2) duvidas (2) e-mails (2) egito (2) enamorados (2) ensinamentos (2) era de aquário (2) erotismo (2) escorpião (2) especialistas (2) estrelas (2) faz (2) feminino (2) filme (2) fim dos tempos (2) futuro (2) golias (2) guia (2) horoscopo (2) iemanjá (2) incensos (2) libra (2) lojas esotericas (2) maior (2) manter (2) mantras (2) marketin (2) mecanismos (2) medo (2) mensageiros (2) mitologia (2) municipio (2) nodulos lunares (2) nova era (2) numerologia (2) o jogo de búzios (2) o sol astrologico (2) ogum (2) olho (2) origem do taro (2) origem do universo (2) oráculo (2) oxalá (2) panicat (2) pedofilia (2) peitinhos (2) pequisas (2) perfumes (2) perguntas (2) pesuisas (2) planetas retrogrados (2) pode (2) poder feminino (2) preconceito (2) previsão (2) produtos esotericos (2) publicidade (2) quiromancia (2) raiz (2) religiao (2) ritos (2) sagrado (2) salmo (2) santa sara (2) segredo (2) ser (2) sexo tântrico (2) sexualidade Masculina (2) sinais (2) sinastria (2) sofrimento (2) tatuagem (2) valor (2) virgem (2) vodu (2) wica (2) : Metal lendário (1) Alimentação (1) Análises (1) Astrologia Cármica (1) CARNAVAL DE VIRGENS (1) Ego (1) Islã (1) Joana Machado (1) Jovem (1) Magnetismo Pessoal (1) Malibu (1) PARA AFASTAR (1) Problemas na cama (1) Rio de Janeiro (1) Tamires Pereira Santiago (1) Victorias Secret (1) agradece (1) alinhamento (1) astrofísica (1) ciência sagrada (1) conheça (1) céu vermelho (1) código da vinci (1) dons naturais (1) efeito (1) fe´ (1) grande tremor (1) jessica gomes (1) juno (1) linhas ciganas (1) linhas de ciganos (1) liquidificador (1) lista (1) macumba (1) mae de santo (1) magia divina (1) mais (1) mandala astrológica (1) matéria (1) meditação (1) medium (1) pilares (1) pintor (1) poder dos alimentos (1) prevenir (1) previu (1) pupila (1) regente do ano (1) registra (1) rei davi (1) rei do pano branco (1) reich (1) relação (1) relgião (1) segredos femininos (1) sentimentos (1) tatuagens (1)